Doma Racional; Apresentação em Pista

Pegar forma e Cabrestiamento para Pista:

Técnicas de como colocar os animais em forma para cabrestiamento.
Técnicas de como colocar os animais em forma para cabrestiamento.
Animais já embuçalados prontos para apresentação.

Treinando animais para apresentação em Pista:

Técnicas de apresentação em pista.

1ª Etapa da apresentação – Cavalo andando passo a passo:

Colaboradores praticam com os cavalos
Colaboradores vivencia a técnica na prática

2º Etapa de Apresentação – Cavalo andando passo ritmado, parando e recuando:

Instrutor demonstrando na Égua Barrama.
Reginaldo treinando o recuo com a égua Barrama.
Equipe treinando 2ª etapa.

 3ª Etapa de Apresentação: Cava lo começa andando com passo alongado, pedindo ritmo de trote, voltando a passo e recuando :

Demonstração na égua Barrama.
Reginaldo demonstra técnica na égua Barrama.
Caciano treinando 3ª etapa égua Xacarera do Itapororó.
Possidônio treinando 3ª etapa égua Estrela.
Carlos treinando 3ª etapa Égua Boneca EFC.

 

 

Curso de Doma Racional – 1º Dia

Colaboradores da Fazenda Cabeceira do Prata (Jardim-MS) participam durante esta semana do curso de Doma Racional ministrada pelo instrutor Reginaldo Soares Rodrigues, com o propósito de melhorar o tratamento e o relacionamento homem-cavalo, adquirindo resultados positivos no desempenho das atividades pecuárias e para passeio.

Participam da capacitação Carlos Chaves e Possidônio Valensuela além de Caciano Chaves, que já possui o curso, porém está se aperfeiçoando. Cada colaborador ficou responsável em amansar um animal durante o período do evento.

Reginaldo amansará Barrama e Xote Antigo; Caciano ficou responsável pela égua Xacarera do Itapororó; Carlos com Boneca EFC e Possidônio com Estrela, égua meio sangue cavalo crioulo.

O instrutor passará também informações sobre apresentação dos animais na pista de exposições morfológicas.

Saiba como foi o primeiro dia:

1º DIA: Trabalho de aceitação, o primeiro contato com o animal.
– Flexionamento lateral na focinheira do cabresto- 1º lado Esquerdo.

Égua Barrama sendo encabrestada
Égua Estrela em flexionamento lateral na focinheira do cabresto lado esquerdo.

O curso acontece desde segunda-feira, 02 de dezembro e termina na próxima sexta-feira (06).

Nasce Dastan EFC; potro da raça crioula

A Fazenda Cabeceira do Prata (Jardim-MS) registrou no dia 07 de novembro de 2013 o nascimento do potro, Dastan EFC, filho de Namorada de São Pedro x Galo de Santa Edwiges.

Namorada de São Pedro é filha de égua da raça Crioula Jango de São Pedro X Espoleta de São Pedro.

Já Galo de Santa Edwiges é Reservado Grande Campeão da Expointer 2011.

Veja as fotos:

 

Novos bezerros Gir nascem na Fazenda

Nas última semanas a Fazenda Cabeceira do Prata (Jardim-MS) registrou o nascimento de dois bezerros da raça Gir Leiteiro.

No dia 13 de setembro nasceu Dardo Cabeceira do Prata (LLSE 98), filho de Vaidoso da Silvânia X Electra Cal.

Dardo possui pelagem chitado vermelho, seu focinho é preto assim como suas patas e rabo. Nasceu com 24 kg.

Já no dia 21 de setembro, nasceu Doriana Cabeceira do Prata (LLSE 99), filha de Diamante TE de Brasília X Disciplina FIV Cal.

Sua pelagem é vermelho chitado, seu focinho, patas e rabo são pretos e nasceu, também, com 24 kg.

Fazenda adquire éguas da Cabanha Maufer

A Fazenda Cabeceira do Prata (Jardim-MS) recebeu no dia 10 de setembro duas éguas da raça crioula, adquiridas no Leilão comemorativo da Cabanha Maufer, realizado em 27 de agosto, durante a Expointer 2013 – evento realizado no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS).

Os animais adquiridos tiveram a indicação do Técnico da Associação Brasileira dos Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), Rafael Sant’Anna.

Fazem parte da criação:

As Malke Jangada
Fêmea, nascida em 13/09/1999, de pelagem Rosilha.
Filha de BT Jurado x Pipoca 1662 da Tradição, que descende de Santa Elba Señuelo e La Invernada Aniversário.
Segue prenha de Escalpo 1011 Maufer, Grande Campeão e Melhor exemplar da raça no passaporte de Santa Maria neste ciclo, além de já ter sido Reservado Campeão Potranco Maior e Reservado Campeão Cavalo Menor na Expointer.

Guria 1207 Maufer
Fêmea, nascida em 04/11/2010, com pelagem zaina.
égua domada.
Filha de Mananero Jalisco x Notícia Charrua, que descende de La Invernda Hornero, que foi finalista do Freio de Ouro e Grande Campe ã em Rio Grande.

 

 

Diamantina bezerra Gir Leiteiro

Nasceu no dia 11 de julho, na Fazenda Cabeceira do Prata (Jardim-MS) novo bezerro da raça Gir Leiteiro.

Trata-se de Diamantina Cabeceira do Prata (LLSE 61), filha de Dica Cal X Diamante TE de Brasília, 61ª bezerro nascido no local.

Dakota Cabeceira do Prata nasceu com 25 kg. Sua pelagem é vermelha chitada.

Veja as fotos:

O úbere de Dica Cal está cheio, deixando sua bezerra muito bem alimentada!

 

Fazenda adquire carneiros Texel

A Fazenda Cabeceira do Prata (Jardim-MS) recebeu no dia 9 de maio o lote com 60 fêmeas de carneiros da raça Texel, sendo 50 matrizes e 10 borregas de ano.

A raça Texel é originária da ilha de mesmo nome, na Holanda. Segundo a tradição da região, provavelmente foram utilizados reprodutores Leicester, Border Leicester e Lincoln, sendo que também é provável que tenham feito algum uso de carneiros Southdow, Hampshire e Wensleydale. Entretanto, de todas as raças utilizadas, parece que a Lincoln é a que mais influenciou na formação do Texel.

Aspecto geral: Ovino de tamanho médio, tendendo para grande, muito compacto, com massas musculares volumosas e arredondadas, constituição robusta, evidenciando vigor, vivacidade e uma aptidão predominantemente carniceira. Atualmente é considerada uma raça de carne e lã, pois, a par de uma carcaça de ótima qualidade e peso, produz ainda apreciável quantidade de lã.

Aptidões:

Rústica, produzindo bem no sistema extensivo e semi-intensivo. Produz um ótima carcaça, com gordura muito reduzida.

Precoce, pois em condições de pastagens, entre os 30 e 90 dias de idade, os cordeiros machos têm ganhos de peso médio diário de 300g e as fêmeas de 275gramas. Aos 70 dias de idade, os machos bem formados atingem 27 Kg e as fêmeas, 23 Kg.

Atinge índices de nascimento de 160%, tendo atingido na França índices de 190 até 200%.

Os carneiros atingem pesos de 110 a 120 Kg e as fêmeas adultas 80 a 90 Kg e, já tendo ultrapassado tais pesos, os carneiros tratados já atingiram 160 Kg e as ovelhas também tratadas, já atingiram mais de 100 Kg.

As fotos foram tiradas na fazenda de origem, em Chapadão do Sul (MS).