Casqueamento e Ferrageamento em cavalos crioulos na Fazenda – Março 2019

Com o objetivo de prevenir ou reduzir a ocorrência das doenças dos cascos, animais da raça Crioula da Fazenda Cabeceira do Prata (Jardim-MS) foram casqueados pelo profissional Paulo Cristiano.

O casqueamento aconteceu no dia 27 de março.

O procedimento de ferrageamento foi realizado nos exemplares:

Invasora da GA RP116;
Horizonte da GA RRP98 e
Galderio EFC RP42.

Já o casqueamento foi realizando no cavalo crioulo
Hulck EFC RP52.

Equipe do campo participa de curso combate a incêndios florestais

Colaboradores da Fazenda Cabeceira do Prata (Jardim-MS) participaram na última quinta-feira (28) do Curso sobre Noções de Combate a Incêndios Florestais, um dos módulos do Curso de Primeiros Socorros e Brigada de Incêndio.

A capacitação faz parte das solicitações do Programa Boas Práticas Agropecuárias (BPA), da EMBRAPA e também da ABNT Certificadora.

Uso correto dos equipamentos, técnicas de prevenção e combate a incêndios florestais foram repassadas à equipe da fazenda pelos profissionais da empresa Atack Training.

Para Andreza Sandim, colaboradora da fazenda, “o treinamento foi de grande valia pois aprendemos técnicas e formas de aplicação de cada procedimento, caso ocorra um possível incidente. Acredito que teremos um aproveitamento profissional, como também pessoal“.

Veterinário da Alta visita a Fazenda Cabeceira do Prata

A Fazenda Cabeceira do Prata (Jardim-MS) recebeu na última terça-feira (26) a visita de Tiago Moraes Ferreira, médico veterinário da Alta. Acompanhado por Flávio Sandim, o colaborador conheceu os exemplares das raças Gir e Girolando e realizou uma avaliação morfológica dos animais.

Após a visita, Tiago revelou que “com essa base leiteira, com a preocupação em analisar números e interagir isso com o manejo, sem dúvida faz com que a Genética Aditiva saia na frente como uma grande referência no Gir Leiteiro e consequentemente no Girolando. Se você tem uma base boa te permite fazer um bom trabalho nas duas raças”.

Veterinário Dagmar registra nascimento e definitivos na Fazenda Cabeceira do Prata

A Fazenda Cabeceira do Prata (Jardim-MS) recebeu no dia 22 de março a visita do Médico Veterinário Dagmar, da Girolando (Associação Brasileira dos Criadores de Girolando).

O profissional realizou registros de nascimento e definitivos em animais Girolando 1/2 sangue. Veja as fotos:

Veterinário da Embriza realiza aspiração em exemplares Gir da fazenda

Nos dias 19 e 20 de março a empresa Embriza realizou uma nova Aspiração das matrizes, transferência de embrião e sexagem em exemplares da raça Gir Leiteiro na Fazenda Cabeceira do Prata (Jardim-MS).

O procedimento foi realizado pelo veterinário Fabio. Veja as fotos:

Fazenda Cabeceira do Prata recebe certificado do Programa BPA e PNP

A Fazenda Cabeceira do Prata (Jardim-MS), uma das propriedades da Genética Aditiva – empresa de melhoramento genético, recebeu na última segunda-feira (11), a certificação do Programa Boas Práticas Agropecuárias (BPA), protocolo de adequação criado pela Embrapa Gado de Corte.

A cerimônia foi realizada no Auditório da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul – Famasul, em Campo Grande (MS).

A propriedade, de Eduardo Folley Coelho, conquistou a Classificação Ouro, atendendo todos os requisitos do Programa, entre eles gestão ambiental, manejo de pastagem, controle sanitário, manejo reprodutivo, entre outros.

O programa BPA está de acordo com as exigências de mercado asseguradas pelos ministérios da Agricultura, Meio Ambiente e Trabalho e ajuda a tornar os sistemas de produção mais eficientes e rentáveis, além de assegurar ao mercado consumidor o fornecimento um produto seguro, produzido de forma sustentável.

A Fazenda Cabeceira do Prata recebeu também o certificado de Atestado de Adequação do PNP – Protocolo Novilho Precoce, criado pela Associação Sul-Mato-Grossense dos Produtores de Novilho Precoce (ASPNP), com o selo Categoria Avançado – Garantia de Excelência.

O PNP foi desenvolvido com o objetivo de orientar os produtores associados quanto às exigências do mercado nacional e internacional de carnes. O Protocolo tem como base o Boas Práticas Agropecuárias (BPA) da Embrapa e, além de garantir a produção de alimentos seguros provenientes de sistemas de produção sustentáveis, é também uma importante ferramenta de gerenciamento que possibilita a identificação, pelo produtor, dos pontos que necessitam de melhorias na fazenda e que resultam em aumento da produtividade e rentabilidade.