Genética Aditiva na Expozebu 2019

Durante a participação da Genética Aditiva, empresa de melhoramento genético da qual integra a Fazenda Cabeceira do Prata (Jardim-MS) na Expozebu 2019, Raysildo Lôbo, presidente da Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores (ANCP0 e Argeu Silveira, diretor técnico da instituição visitaram os animais que foram ofertados no 1º Leilão Terra Brava, Camparino e Genética Aditiva, realizado no dia 1º de Maio.

Na foto: Daniel Scalabrini, Raysildo Lôbo, Eduardo Coelho e Argeu Silveira.

Casqueamento e Ferrageamento em cavalos crioulos na Fazenda – Março 2019

Com o objetivo de prevenir ou reduzir a ocorrência das doenças dos cascos, animais da raça Crioula da Fazenda Cabeceira do Prata (Jardim-MS) foram casqueados pelo profissional Paulo Cristiano.

O casqueamento aconteceu no dia 27 de março.

O procedimento de ferrageamento foi realizado nos exemplares:

Invasora da GA RP116;
Horizonte da GA RRP98 e
Galderio EFC RP42.

Já o casqueamento foi realizando no cavalo crioulo
Hulck EFC RP52.

Equipe do campo participa de curso combate a incêndios florestais

Colaboradores da Fazenda Cabeceira do Prata (Jardim-MS) participaram na última quinta-feira (28) do Curso sobre Noções de Combate a Incêndios Florestais, um dos módulos do Curso de Primeiros Socorros e Brigada de Incêndio.

A capacitação faz parte das solicitações do Programa Boas Práticas Agropecuárias (BPA), da EMBRAPA e também da ABNT Certificadora.

Uso correto dos equipamentos, técnicas de prevenção e combate a incêndios florestais foram repassadas à equipe da fazenda pelos profissionais da empresa Atack Training.

Para Andreza Sandim, colaboradora da fazenda, “o treinamento foi de grande valia pois aprendemos técnicas e formas de aplicação de cada procedimento, caso ocorra um possível incidente. Acredito que teremos um aproveitamento profissional, como também pessoal“.

Veterinário da Alta visita a Fazenda Cabeceira do Prata

A Fazenda Cabeceira do Prata (Jardim-MS) recebeu na última terça-feira (26) a visita de Tiago Moraes Ferreira, médico veterinário da Alta. Acompanhado por Flávio Sandim, o colaborador conheceu os exemplares das raças Gir e Girolando e realizou uma avaliação morfológica dos animais.

Após a visita, Tiago revelou que “com essa base leiteira, com a preocupação em analisar números e interagir isso com o manejo, sem dúvida faz com que a Genética Aditiva saia na frente como uma grande referência no Gir Leiteiro e consequentemente no Girolando. Se você tem uma base boa te permite fazer um bom trabalho nas duas raças”.