Foi finalizado em agosto a construção da baia para os cavalos da Fazenda Cabeceira do Prata (Jardim-MS).

Foram construídas duas baias com janelas para os dois lados e um piquete grande para cada baia, de forma que os cavalos da raça Crioula se distraiam e tenham um dia agradável.

Na maior parte do ano a porta da baia ficará sempre aberta para que os animais entrem quando quiserem. “A filosofia da Fazenda é de respeitar as regras do bem-estar animal, sendo que a principal regra é o animal poder expressar o seu comportamento natural”, revela Eduardo Coelho, proprietário da Fazenda Cabeceira do Prata.

Em época de exposições os animais que irão participar ficarão protegidos do sol e chuva, sendo que no início da manhã e no final da tarde os animais ficarão livres no pasto. A noite para evitar que o sereno estrague o pêlo, dormirão presos nas baias.

Para construir as baias na propriedade, Eduardo Coelho se inspirou nos abrigos vistos durante visita realizada na Fazenda Vendramin, próxima à Ponta Grossa (PR).